Liliane Rose Christ
Liliane Rose Christ
Editora de conteúdo

Orgasmo feminino – Como chegar lá!

  • O que fazer para obter o máximo de prazer no sexo, o orgasmo? Para chegar lá é preciso entender que ele está diretamente relacionado com a autoestima e o autoconhecimento. Siga essas dicas para o prazer máximo.

    No Brasil, 30% das mulheres confessam que não tem orgasmos. Esta falta do prazer pleno é atribuída a fatores morais, culturais, religiosos e educacionais fortemente enraizados na mente feminina. Mas nada disso impede de corrermos atrás do prejuízo! ;)

    Selecionamos algumas dúvidas frequentes sobre o assunto:

    Como saber se atingiu um orgasmo? É uma sensação de plenitude, satisfação e liberação plena. Cada experiência é diferente, podendo variar a duração e a intensidade. O orgasmo se diferencia de outras sensações por vir como uma onda crescente e fulminante, que atinge um pico que é seguido por um relaxamento e sentimento de satisfação total.

    Por que ele não acontece sempre? Você está afim, fez as preliminares, está tudo certo… E nada! Como se o corpo não colaborasse. A falta do orgasmo é muitas vezes causada por um medo de perder o controle, e não ter a capacidade de deixar que as coisas sigam seu curso natural. A necessidade de controle afeta o corpo e a mente. Pode ser um autocontrole em frente ao parceiro. Talvez você não esteja suficientemente relaxada, é preciso se deixar levar. A autoconfiança e a confiança no parceiro são fundamentais para uma vida sexual interessante.

    O real orgasmo é clitoridiano ou vaginal? Na verdade mesmo, o que importa é ter o máximo de prazer possível. O orgasmo feminino é estimulado através do clitóris, que não tem outra função biológica que esta. Algumas mulheres atingem o orgasmo “vaginal”, pois dependendo da posição o clitóris pode ser estimulado durante a penetração. Os sentimentos em relação ao parceiro também são parte essencial da excitação sexual.

    Como encontrar o seu orgasmo? Segundo os especialistas, a masturbação é a única forma de encontrar o “seu” orgasmo. É preciso ter consciência do próprio corpo, estimulando e explorando livremente diferentes zonas erógenas. Mas sem pressa, isso leva um certo tempo.

    E qual o papel do seu parceiro? É importante para ambos que o seu parceiro não chegue ao orgasmo muito rápido. Uma mulher precisa de mais tempo para se excitar que um homem. E um homem se sente mais satisfeito se sabe que ela também chegou lá. A comunicação é a chave para saber se vocês estão em sintonia.

    Fonte: Doctissimo, IPQHCFMUSP

    Liliane Rose Christ
    Liliane Rose Christ
    Editora de conteúdo

    Ela tem orgulho de ser hiperativa, porque acha que assim, ela consegue acompanhar melhor tudo o que acontece no mundo. E por falar em mundo, eita menina que viaja! Já renovou o passaporte várias vezes, por falta de espaço.
    Escreve para o Doutíssima porque não pode controlar seus dedos e sua vontade de falar.

    Tire suas dúvidas

    Comentàrios

x
Fórum de Discussão Doutíssima

Acesse o maior Fórum de Saúde, Beleza e Bem-Estar do Brasil!

Insira sua pergunta e um especialista irá respondê-lo!

Clique aqui e acesse agora!