Carlota Xavier
Carlota Xavier
Editora de conteúdo

Colposcopia: como é feita e para que serve?

  • 121_colposcopia

    O que é?

    A colposcopia é o estudo da morfologia do colo do útero e da vagina, usando um microscópio que amplia de vinte a cinquenta vezes, dependendo do equipamento escolhido para esta análise. A colposcopia é um exame importante em ginecologia, mas que carece de especificidade. Ele ajuda principalmente na estratégia de rastreio e tratamento da displasia do colo do útero causada pelo HPV e é combinado a outros testes, como o Papanicolaou e investigação biológica do HPV.


    Para que serve?

    Serve para identificar lesoões cancerosas ou pré-cancerosas na vulva, na vagina e no colo do útero e direcionar as biópsias dos locais suspeitos.


    Quem deve fazer?

    Devem fazer a colposcopia mulheres que, através do exame preventivo, detectaram suspeita de câncer de útero, servindo para confirmar ou descartar a hipótese.

    A colposcopia é feita nas seguintes indicações:

    • Descoberta a olho nu, de uma mucosa anormal do colo do útero ou na vagina.
    • Papanicolau anormal requer uma análise aprofundada do colo do útero com a realização de biópsias guiadas.
    • Acompanhamento do curso da infecção por HPV.
    • Vigilância após o tratamento para a displasia devido a infecção com HPV para detectar recorrência.

    COLPOSCOPIA (1)

    Como é feito?

    O exame costuma durar de dez a vinte minutes e não exige nenhum preparo, além de ficar pelo menos 48 horas antes do exame sem ter relações sexuais, não usar nenhum creme vaginal e não estar no período menstrual.

    O colposcopia é muito parecida com exame ginecológico comum. Para realizar o exame, também é utilizado um espéculo vaginal, material de plástico ou de metal introduzido na vagina com o objetivo de mantê-la aberta durante o processo. Porém, a diferença é que na colposcopia o médico aplica um líquido na superfície dos tecidos que é capaz de ressaltar possíveis lesões e o médico examina com um colposcópio, a trinta centímetros de distância.

    Se for descoberta alguma lesão através deste procedimento, será colhido material para biópsia.

    Informações adicionais:

    • O exame é rápido e indolor.
    • O trato genital inferior não deve ter sofrido nenhum tipo de traumatismo recente, por isso é exigida uma abstinência sexual de pelo menos 48 horas.
    • A colposcopia deve, de preferência, ser feita na primeira fase do ciclo menstrual, ou seja, antes da ovulação.
    • Os anovulatórios orais devem ser suspensos por dois ciclos antes da colposcopia.
    • Em caso de histerectomia, o exame pode ser feito a qualquer momento.
    • Mulheres grávidas podem se submeter ao exame.

     

    Fonte: ABC.MED.BR

    Carlota Xavier
    Carlota Xavier
    Editora de conteúdo

    Estudante de comunicação, está de olho em tudo o que é novidade porque adora estar por dentro das atualidades. Além de habilidades redacionais impecáveis, também tem uma paixão pela música e poesia.

    Comentários

x
Fórum de Discussão Doutíssima

Acesse o maior Fórum de Saúde, Beleza e Bem-Estar do Brasil!

Insira sua pergunta e um especialista irá respondê-lo!

Clique aqui e acesse agora!