Dor durante o sexo: descubra o que pode ser e o que fazer


Sexo é bom, mas não com dor. Muitas mulheres sentem desconfortos comuns na hora da transa. Isso incomoda e corta o clima entre o casal. Se você for uma dessas mulheres, não tenha vergonha de contar a seu parceiro sobre isso. O mais importante é que os dois curtam o momento. Listamos abaixo alguns desses desconfortos para que você saiba melhor sobre o assunto. Mas para resolver o problema, recomendamos sempre que você procure seu ginecologista.

emociya foto 42 660x490 tt width 492 height 352 crop 1 except gif 1 Dor durante o sexo: descubra o que pode ser e o que fazer

 

Você sente uma ardência na entrada da vagina com os movimentos de vai-e-vêm do pênis: Descubra se você não tem alergia ao látex da camisinha, a géis com sabor ou qualquer outro produto que vocês tenham usado. Para testar, tente variar as marcas dos produtos e procure antialergenicos. Mas se você tiver corrimentos, não faça experiências e procure auxílio médico.

 

Você sente uma dor latejante no fundo da vagina: Pode ser uma DST, como a vaginose e a tricomoníase. Não brinque com a situação ou espere milagres. Ambas provocam inflamação das trompas juntamente com corrimento. Seu ginecologista poderá receitar o melhor antibiótico para tratar o problema.

 

Você tem uma sensação de pressão ou desconforto na região abdominal: Pode ser um sinal de que você está ovulando (o que ocorre por volta de 14 dias antes da menstruação, quando há acúmulo de líquidos e inchaço no útero). Essa dor é natural e deve desaparecer em apenas um dia. Caso isso não aconteça, pode ser o caso do inicio de uma infecção urinária. Um médico deve ser procurado para controlar o avanço da infecção com auxílio de antibióticos.

 

Você sente cólicas muito fortes (piores que durante o ciclo menstrual) durante a penetração: Saiba que pode ser um sinal de que há algo errado com o seu útero. Pode ser acúmulo de sangue causado pela endometriose ou por cistos no ovário. O tratamento inicial pode ser feito com o uso de anticoncepcionais de efeito contínuo, aqueles que não deixa menstruar. Contudo, o acompanhamento médico é fundamental pois o quadro pode avançar e pode ser até mesmo o caso de se fazer uma cirurgia.

 

Você sente um ardor que vai desde a entrada da vagina até bem lá dentro: se ao mesmo tempo você tiver corrimentos, isso pode ser infecção por fungos ou bactérias. Outra possibilidade é a herpes genital, uma DST que desenvolve feridas iguais às aftas bucais. Seu médico poderá avaliar o caso com precisão para prescrever antibióticos ou cremes vaginais.

 


CURTINÃO CURTI (No Ratings Yet)

Dúvidas?

Clique aqui e faça sua pergunta no Fórum de discussões.

Comentàrios

Você também vai gostar de: