Conheça 15 alimentos que estimulam a produção de leite materno

Por: Redação Doutíssima

Muitas mamães se preocupam se estão produzindo leite materno o suficiente. Isso porque podem sentir que o leite está diminuindo, ou o seu bebê não está ficando saciado. Porém, existem formas seguras de estimular a produção de leite através da alimentação. Quer saber como? Descubra mais a seguir.

 

Leite materno: por que é tão importante?

O leite materno é muito mais do que uma opção de alimentação para o bebê. Para o Ministério da Saúde, a amamentação é o primeiro direito do recém-nascido e o órgão recomenda que os bebês recebam esse alimento de forma exclusiva durante os primeiros seis meses de vida.

leite materno
A amamentação é essencial nos primeiros meses de vida de uma criança. Foto: iStock, Getty Images

 

Segundo dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância, órgão vinculado à UNICEF, as crianças amamentadas têm, pelo menos, seis vezes mais chance de sobreviver nos primeiros meses do que as crianças não-amamentadas.Além disso, o leite materno fornece todos os nutrientes, vitaminas e minerais que uma criança precisa para o crescimento durante os primeiros meses.

 

Será que eu tenho leite o suficiente?

Essa é uma dúvida comum para muitas das novas mamães. Vários fatores podem causar uma baixa oferta de leite durante a amamentação. Entre eles, está o fato de esperar muito tempo para começar a amamentar, não amamentar com bastante frequência e ainda o uso de certos medicamentos.

 

Porém, a melhor forma de saber se você produz leite o suficiente é buscando orientação do médico pediatra, que irá avaliar a saúde da criança.

 

Alimentos e produção de leite materno

Se você sente que a sua produção de leite materno diminuiu, procure conversar com o seu médico para ver qual foi o motivo.Entretanto, você pode consumir alguns alimentos que estimulam a lactação, além de beber muita água.

 

Foto: iStock/GettyImages

Sementes de feno-grego: alimento antigo, mas eficaz. Um dos alimentos mais antigos para o aumento da produção de leite materno.

Foto: iStock/GettyImages

Sementes de erva-doce. A erva doce também contribui para o aumento de produção de leite materno. Segundo algumas pesquisas, também podem prevenir a cólica em seu bebê.

Foto: iStock, Getty Images

O alho se destaca por suas muitas propriedades curativas. Foto: iStock. Entre suas muitas propriedades curativas, está a do aumento da oferta de leite.

Foto: iStock, Getty Images

Sementes de cominho. Além de estimular a oferta de leite, melhoram a digestão e proporcionam alívio da prisão de ventre, acidez e inchaço.

Foto: iStock, Getty Images

Sementes de gergelim preto. São uma excelente fonte de cálcio, e ajudam a aumentar a produção de leite.

Foto: iStock, Getty Images

Manjericão. Esta fonte de vitamina K ajuda na produção de leite e tem um efeito calmante, além de promover um apetite saudável.

Foto: iStock, Getty Images

Sementes de endro. Uma boa fonte de ferro, manganês e cálcio. Melhora a oferta de leite, digestão e sono.

Foto: iStock, Getty Images

Legumes vermelhos. São ricos em betacaroteno, benéfico para o seu bebé durante a amamentação.

Foto: iStock, Getty Images

Nozes e castanhas são fonte de magnésio e ácidos graxos.

Foto: iStock, Getty Images

Aveia. Fonte de ferro, cálcio e fibras, também pode atuar em benefício da amamentação.

Foto: iStock, Getty Images

Óleos e manteiga. Azeite de oliva, óleo de linhaça e óleo de gergelim, são os óleos mais saudáveis ​para ajudar a amamentação.

Foto: iStock, Getty Images

Salmão. O Ômega 3 presente no salmão pode ajudar a melhorar a produção de leite.

Foto: iStock, Getty Images

Arroz integral. As vitaminas nele presentes melhoram a quantidade e a qualidade do leite.

Iogurte
Foto: iStock, Getty Images

Iogurte: Os iogurtes sempre fazem parte dos menus de lanches saudáveis das crianças. Eles são uma importante fonte de cálcio e vitaminas, essenciais na fase de crescimento. Porém, tente evitar os iogurtes cheios de açúcar e ingredientes artificiais.

Foto: iStock, Getty Images

Lentilhas. Pode melhorar o abastecimento de leite, mas também é rica em ferro e fibra.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!