Tatiana Lavanda
Tatiana Lavanda
Editora de conteúdo

Diabéticos tipo 2: Alimentos que devem ser evitados

  • Diabetes-aparelho-glicemia-hg-20100525

    Uma dieta saudável para diabéticos do tipo 2 deve ter foco em alimentos que promovem o equilíbrio glicêmico, peso corporal saudável, saúde e prevenção de complicações provenientes da diabete. De acordo com a American Diabetes Association, diabéticos do tipo 2 (T2DM) podem consumir alimentos diversificados. No entanto, devem consumir maior quantidade de determinados alimentos e limitar o consumo de outros, para estabelecer uma dieta saudável, baseada em moderação e porções controladas.

    acucar

    AÇÚCARES

    Açúcares adicionados aos alimentos podem causar o aumento da glicemia (açúcar no sangue). Um indivíduo diabético do tipo 2 que tem sempre um nível alto de glicemia corre riscos de retinopatia (lesões na retina), neuropatia (lesões nervosas), úlceras, pés diabéticos, problemas cutâneos e doenças renais. Não há problemas em consumir açúcar em pequena quantidade, porém, o uso deve ser limitado para manter um nível glicêmico equilibrado. Alimentos açucarados costumam ter maior densidade calórica e apresentarem poucas vitaminas, minerais e nutrientes essenciais. Consumir alimentos ricos em nutrientes como frutas, vegetais, grãos integrais e proteínas magras oferece melhor aproveitamento calórico.

    Alimentos como frutas, que contêm açúcares naturais, geralmente têm índice glicêmico mais baixo do que alimentos com adição de açúcar. O consumo de alimentos com índice glicêmico mais baixo pelos diabéticos auxilia a manutenção de níveis equilibrados de glicemia. Entretanto, alimentos com adição de açúcar, como biscoitos, costumam apresentar alto índice glicêmico, resultando em picos de glicemia. Trocar doces açucarados por morangos fresquinhos é uma escolha muito mais saudável.

    bolinha-queijo-salgado-fritura-3-650x350

    GORDURAS

    Os alimentos gordurosos devem ser consumidos com moderação, pois têm alta densidade calórica, e o consumo excessivo de calorias pode acarretar obesidade. A obesidade pode causar complicações à diabete, além de ser um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de problemas cardíacos, câncer, pressão alta, asma e artrite. Para diminuir o consumo de gorduras, escolha carnes e  laticínios magros, além de frutas, vegetais e grãos integrais. Também é possível cortar gorduras e calorias cozinhando com pouco/nenhum óleo ou manteiga, fazendo escolhas saudáveis ao comer fora, controlando o tamanho das porções e restringindo sobremesas e petiscos calóricos. A ADA destaca a importância de evitar gorduras trans e saturadas, que aumentam o risco de ataques cardíacos e derrames, além de aumentarem o colesterol. Um artigo publicado em 2010 na “Diabetes Educator”, uma publicação da instituição American Association of Diabetes Educators, indicou que uma dieta rica em vegetais e com baixo teor de gordura ajuda a controlar a glicemia em indivíduos com diabete tipo 2.

    gorduras

    CARBOIDRATOS

    Carboidratos são parte essencial de uma dieta saudável e equilibrada, mas diabéticos devem escolhê-los com parcimônia. Levando em conta o índice glicêmico, os grãos integrais têm índice glicêmico mais baixo que os produtos industrializados ou refinados. Trocar massas refinadas por opções de trigo integral, por exemplo, podem gerar menos impacto no nível glicêmico.

    Alguns vegetais contém amido, que deve ser restringido por diabéticos do tipo 2, já podem aumentar a glicemia. Vegetais com amido incluem ervilhas, milho, batata, abóboras e batatas.

    biere

    ÁLCOOL

    A ADA recomenda que bebidas alcoólicas sejam consumidas apenas quando a glicemia estiver sob controle, aconselhando às mulheres que restrinjam o consumo a 1 unidade diária e aos homens que consumam no máximo 2 unidades. Um artigo publicado em julho de 2004 em “Diabetes/Metabolism Research and Reviews”, concluiu que o consumo de bebidas alcoólicas beneficia indivíduos com diabete T2DM, reduzindo o risco de doenças cardíacas. No entanto, o consumo excessivo de álcool tem efeito nocivo à glicemia, anulando quaisquer benefícios ao coração.

    Tatiana Lavanda
    Tatiana Lavanda
    Editora de conteúdo

    Meiga e lutadora, essa menina é a antítese em pessoa. Adora ler, sonhar, viaja e, claro, escrever. Gosta do Doutíssima porque acha que pode mudar o mundo, mesmo com um pequeno grão de arroz. Quer levar seus conselhos e suas experiências para cada pessoa que ela puder ajudar.

    Tire suas dúvidas

    Comentários

x
Fórum de Discussão Doutíssima

Acesse o maior Fórum de Saúde, Beleza e Bem-Estar do Brasil!

Insira sua pergunta e um especialista irá respondê-lo!

Clique aqui e acesse agora!