Sintomas da depressão: saiba identificar os sinais da doença

Por: Redação Doutíssima

Segundo um levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 350 milhões de pessoas sofrem de depressão no mundo. Apenas no Brasil, estima-se que uma a cada dez pessoas tenha a doença. E é preciso considerar que sintomas da depressão podem ser difíceis de identificar, mantendo o problema desconhecido em muitos casos.

 

Dificuldade em detectar os sintomas da depressão

 

Apesar de ser uma doença considerada comum, existem alguns fatores que dificultam seu diagnóstico precoce e tratamento. De acordo com especialista, por ser uma enfermidade mental, é comum a pessoa que sofra desse mal ter resistência em admitir a doença.

sintomas de depressão
Desinteresse e tristeza constante são sinais característicos da depressão. Foto: iStock, Getty Images

Outro obstáculo é dificuldade de percepção dos sintomas da depressão, predominantemente emocionais, que podem ser confundidos com alterações naturais.

 

Em casos mais graves, a depressão pode afetar profundamente a vida pessoal e profissional de uma pessoa, podendo levá-la ao suicídio. Por isso, fique atento aos principais sintomas da depressão. Você, seu parente, amigo ou colega de trabalho pode estar com esse mal sem perceber.

 

Conheça os principais sintomas da depressão

 

Mudança de humor

 

Um dos principais sintomas da depressão é o humor deprimido. A pessoa pode passar por sentimentos como tristeza, indiferença e desânimo. Nessa condição, quem sofre desse mal passa a enxergar o mundo e a si mesma sob aspectos negativos. Ou seja, você se sente incapaz de realizar diversas atividades e, por consequência, diminui sua autoestima.

 

Falta de prazer

 

Esse é outro sintoma importante. Você começa a se desinteressar por atividades que antes eram prazerosas: pode ser o trabalho, convívio com a família e amigos, relação sexual e demais atividades de lazer.

 

Sono

 

Com a depressão, aparecem também problemas relacionados ao sono. É comum que pessoas que sofram com a doença passem a dormir mais ou menos tempo do que o de costume. Podem acordar no meio da noite e depois terem dificuldade para retomar o sono, bem como apresentarem sonolência excessiva durante a noite ou o dia.

 

Apetite

 

Se estiver com depressão, você pode ter uma perda ou aumento do apetite. Especialistas ainda não sabem exatamente porque isso acontece. Entretanto, a mudança do apetite que persiste por duas semanas seguidas, combinada a outros sintomas, aumenta as chances de a pessoa ser diagnosticada com depressão.

 

Falta de concentração

 

É comum a depressão interferir na capacidade de concentração, raciocínio e tomada de decisões. Esse sintoma faz você diminuir seu rendimento em atividades com trabalho e estudos. A realização de simples tarefas que exigem algum foco aparenta demandar um grande esforço.

 

Cansaço

 

Pessoas com depressão tendem a ter uma diminuição de energia, cansaço frequente e fadiga. Ações simples, como se lavar e se vestir pela manhã, podem ser algo exaustivo e demandar o dobro do tempo habitual.

 

Pensamentos suicidas

 

Em casos mais graves, as pessoas que sofrem desse mal podem ter pensamentos constantes sobre morte, que podem passar por uma ideação suicida ou até tentativas concretas de suicídio.

 

A intensidade e frequência desses pensamentos pode variar de acordo com cada caso. Entre as motivações para o suicídio, está o desejo de fuga de algum obstáculo tido com insuperável ou o intenso desejo de dar fim a um estado emocional muito doloroso.

 

Após conferir essa lista de sintomas da depressão, caso você ou alguém próximo apresente esses sinais, a dica é procurar auxílio médico para tirar as dúvidas. Nessa hora, vale o velho ditado: é melhor prevenir do que remediar.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!