Alimentação equilibrada: opções saudáveis podem virar vilãs

Por: Redação Doutíssima em

Sempre que pensamos em perder peso, uma das primeiras providências é rever o cardápio e se jogar nos alimentos saudáveis. Cuidado! É justamente o “se jogar” que pode ser perigoso. Mesmo o que se imagina ser uma alimentação equilibrada, repleta de itens naturais, pode acabar com seus planos de emagrecer.

Em primeiro lugar, o mais importante é estar consciente de que preparar uma dieta é assunto de profissional. Isso mesmo, pouco adianta você “montar” seu cardápio por conta própria sem saber quais são as suas reais necessidades e o que seu corpo precisa ganhar. Assim, uma alimentação equilibrada precisa de um olhar de um nutricionista ou nutrólogo.

alimentação equilibrada istock getty images mulher com salada
Na hora de optar por uma alimentação equilibrada, evite os excessos. Foto: iStock, Getty Images

Alimentação equilibrada tem limite

É só olhar em volta para ver uma série de alimentos que prometem ser os melhores amigos de uma dieta e que, por serem saudáveis ou naturais, pode ser ingeridos à vontade. Mas não é bem assim, com explica a nutricionista Adriana Corsetti.

E, como tudo na vida, o segredo está na dose. Todo o exagero é prejudicial. Até mesmo quando você consome alimentos pouco calóricos, preste atenção nas quantidades, para que a alimentação equilibrada não e torne uma armadilha.

Alimentos como sucos, frango, granola, frutas, nozes, frutas secas e biscoitos de baixo teor de gordura são excelentes, mas podem se tornar vilões do cardápio, pois contêm açúcar. O azeite de oliva, por exemplo, é indicado para substituir o óleo de soja, mas segue sendo gordura. Inclusive, quando aquecido, vira gordura saturada. Atenção na quantidade!

As frutas, que parecem tão inofensivas, precisam de cuidado redobrado. Quando você imaginaria que associar manga, banana e abacaxi não seria parte de uma alimentação equilibrada? Saiba que cada 100 ml dessa mistura tem até quase 16 g de açúcar, o que equivale a quase 50% a mais do que as 10 g em 100 ml de um refrigerante diet.

Outro exemplo de fruta que pode ser uma vilã é o abacate. É rico em nutrientes e não há dúvida de que é ótimo para a saúde. Mas, apesar disso tudo, é um alimento extremamente calórico. Você sabia que 100 g de abacate têm 96 calorias?

Outras armadilhas da alimentação equilibrada

O que dizer das famosas e, por vezes adoradas, barrinhas de cereais? Há quem acredite que elas devam ser itens obrigatórios em uma alimentação equilibrada. Não é bem assim. Se puder, fique longe delas.

Apesar de possuírem poucas calorias, essas barrinhas são repleta de açúcares. O xarope de glicose, inclusive, é um dos itens de sua composição e também responsável pelo aumento da gordura no abdômen.

Os iogurtes com sabor também merecem atenção especial. Prefira sempre aqueles em sua versão natural, pois as que são oferecidas com sabor, em sua maioria frutas vermelhas ou morango, recebem forte adição de corantes e açúcar.

E lembre-se: procure sempre um profissional da saúde para orientar sobre sua dieta. Quantidades e frequência com que os alimentos podem ser consumidos variam muito de uma pessoa para outra, pois as necessidades são diferentes.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!