Se para muitas mulheres andar de salto alto já não é uma tarefa fácil, dançar pode parecer uma atividade quase impossível. É por isso que as aulas de heels class podem dar uma ajudinha. Ideal para quem adora dançar, mas sem tirar o sapato, a modalidade ainda alia todos os benefícios que a dança pode oferecer ao corpo. 

Heels Class pode ajudar em seu objetivo fitness

As danças com sapatos de salto não são uma novidade. Muitos estilos retratados em fotos históricas mostram dançarinos em saltos – é possível ver registro que datam da Idade Média, tanto de homens quanto mulheres.

Mas apenas recentemente foi criado um modelo específico de treino para quem adora dançar no salto. A modalidade foi inspirada nas performances de grandes divas do pop, como Jennifer Lopez, Rihanna e Beyoncé – e não apenas uma modalidade para mulheres.

O coreógrafo francês Yanis Marshall reúne milhões de visualizações no Youtube em suas performances em cima de saltos. É preciso de muita disposição, equilíbrio e uma boa dose de vontade.

Yanis Marshall coreógrafo francês.
Yanis Marshall é mestre em heels class. Foto: Reprodução, Instagram.

As aulas são uma excelente forma de aprender a explorar a sensualidade, mas são capazes de ajudar como exercício físico. É que elas possuem também o objetivo de fortalecer pernas, abdômen e costas, que são trabalhados para apoiar a postura nos saltos. Além disso, incorporam ainda uma parte aeróbica.

As heels class são ainda uma boa pedida para mulheres que adoram andar de salto alto, mas que não sentem confiança. De início, são ministradas lições sobre postura e como se preparar para ficar na ponta dos pés – o que é importante para ajudar quem não consegue ficar muito tempo com esse tipo de sapato.

Acostumar-se também ajuda a aumentar a tolerância dos pés à dor. Segundo um estudo divulgado pela Faculdade de Podologia do Reino Unido, a dor ao usar saltos altos costuma começar depois de pouco mais de uma hora e seis minutos. Porém, 20% das mulheres chegam a relatar incômodo intenso após apenas dez minutos.

Dançar de salto alto é seguro?

A primeira coisa antes de iniciar suas aulas de heels class é garantir que seu sapato esteja confortável. Isso porque o desconforto nos pés é uma das maiores causas de lesão. Comece aos poucos e quando estiver confortável em seu salto alto, você será capaz de colher os benefícios desse tipo de dança.

Uma pesquisa da Universidade de Verona, na Itália, estudou 66 mulheres e concluiu que os saltos são capazes de ajudar no fortalecimento da região pélvica e dos músculos abdominais. É que o ângulo elevado exige que as mulheres se inclinem um pouco para frente.

Isso permite aumentar a capacidade de contração dos músculos pélvicos. Os benefícios? Sexo mais gratificante e menores problemas de incontinência urinária. Mesmo assim, é preciso cuidar o tempo que você fica com esse tipo de sapato.

Um estudo publicado no International Journal of Clinical Practice descobriu que usar saltos altos fortalece o tornozelo inicialmente, mas conduz a enfraquecimento e instabilidade ao longo do tempo. Algumas medidas são importantes para evitar lesões.

Faça uma combinação de alongamentos e treino de força e equilíbrio. Para alongar, você pode usar uma toalha e puxar seu pé em direção a você por 30 segundos. Para treinar os músculos da perna, coloque pequenos objetos no chão e use os dedos para buscá-los. Para o equilíbrio, fique em um pé de cada vez e mantenha a posição por 30 segundos.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!