Da mesma forma que todas as artes, os estilos de dança mudam constantemente sua linguagem e se reinventam em novos passos e ritmos. Independente do seu perfil, certamente não vai ser difícil encontrar uma opção que não deixe você ficar parado.

Dançar faz bem para o corpo e mente

Basta ligar a televisão e você nota que vários programas são dedicados à dança. É só você ir à academia e perceber que elas têm explorado cada vez mais coreografias e músicas divertidas. Não é à toa que diversos estudos mostram que a dança é capaz de ajudar a perder peso, aumentar a flexibilidade, reduzir o estresse e até fazer amigos.

De acordo com uma pesquisa publicada no The New England Journal of Medicine, a dança pode aumentar a memória e impedir o desenvolvimento da demência à medida que as pessoas envelhecem. A ciência revela que esse exercício aeróbico é capaz de reverter a perda de volume do hipocampo – justamente a parte do cérebro responsável por nossas recordações.

Está se sentindo tenso ou estressado? Então talvez a solução seja encontrar um parceiro e ir para a pista de dança. Conforme um estudo publicado no Journal of Applied Gerontology, a dança a dois e o acompanhamento musical são capazes de trazer o tão esperado alívio do estresse.

Além disso, outra publicação feita no Journal of Physiological Anthropology indica que um programa de exercícios com dança é tão útil para perder peso e aumentar a potência aeróbica quanto ciclismo e corrida. Em outras palavras, vale a pena sair do sofá e mexer o corpo.

estilos de danca-doutissima-iStock getty images
A dança é uma excelente forma de se exercitar. Foto: iStock, Getty Images

Novos estilos de dança para você aprender

Ficou convencido de que sair do sofá e mexer o corpo é uma ideia e tanto para melhorar a sua saúde? Confira quatro estilos de dança que podem ser uma alternativa para você começar agora mesmo:

  • Dancehall

Os jamaicanos começaram a chamar essa evolução altamente dançante de reggae com o nome do lugar em que foi ouvida: a pista de dança. Acredita-se que ela tenha sido resultado da natureza competitiva da música – sistemas de som muitas vezes lutam entre si para ver quem é o melhor.

  • Funk

Esse estilo caiu no gosto dos brasileiros nos últimos anos, com letras sensuais e movimentos que usam o corpo inteiro. Há muitas opções de músicas e temas, por isso você certamente não vai enjoar.

  • Kuduro

Dança angolana contagiante, ela começou quando o país estava em guerra e, por isso, é vista como uma celebração à vida. Vários artistas estão dedicando suas músicas a esse estilo, que se tornou febre em vários países.

  • Twerk

Trata-se de um estilo conhecido há tempos, mas que ganhou popularidade depois que Miley Cyrus mostrou seus movimentos da dança no MTV Video Music Awards de 2013. É uma febre desde então. Exige o uso de quadris e do corpo inteiro.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!