Você sabe como a primeira infância pode ter influenciado sua vida? Essa é uma das principais questões abordada pelo documentário brasileiro O Começo da Vida. Trata-se de uma produção que percorre o mundo para demonstrar como os anos iniciais de uma pessoa podem ser decisivos para toda a sua trajetória.

Sobre o filme

Lançado em 5 de maio nos cinemas brasileiros, o documentário O Começo da Vida busca fazer uma análise aprofundada sobre os primeiros mil dias de um recém-nascido. Esse é considerado um período crucial no desenvolvimento saudável da criança e que pode ter grandes reflexos na vida adulta.

A direção é de Estela Renner, que também esteve no comando de produções como Criança a Alma do Negócio e Muito Além do Peso. O filme teve apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Todo o enredo é baseado nos avanços da neurociência, a exemplo da descoberta de que bebês são muito mais do que uma simples carga genética.

Para ilustrar o documentário, a produção percorreu países como Brasil, Canadá, Índia, China, Quênia, Itália, Argentina, Estados Unidos e França. É mostrada ainda a visão de especialistas, assim como histórias de famílias de diferentes culturas e classes sociais. Dentre elas, a relação da modelo Gisele Bündchen com a maternidade.

A questão levantada pelo documentário é saber como estamos lidando com a primeira infância. Para isso, são mostrados ainda vários fatores capazes de influenciar o desenvolvimento dos pequenos.

O Começo da Vida
A obra mostra a importância da primeira infância

Lições mostradas no filme O Começo da Vida

O grande diferencial é o modo como a obra consegue mostrar a importância de diferentes questões no desenvolvimento de uma criança durante a primeira infância. A teoria é de que se durante esse tempo ela for bem cuidada, terá suas chances de desenvolvimento pleno aumentadas e impactos positivos na vida adulta. Veja algumas lições que o filme aborda.

  • Bebês precisam de estímulos, mas entendem muito do que acontece

Quando o bebê nasce, ele já possui algum aprendizado, que pode começar a ocorrer mesmo durante a gestação. Desse modo, as conexões cerebrais até os seis meses de idade podem ocorrer de forma muito rápida e o estímulo é essencial.

  • Infância tem reflexo na vida adulta

O filme mostra a importância da educação, bem como os seus reflexos já na vida adulta. Especialistas indicam que quanto mais se investe financeiramente na educação das crianças, mais retorno se terá no futuro.

  • O papel do pai

Muitas pessoas acham que durante a primeira infância a figura mais importante na vida de uma criança é a mãe. Por outro lado, a obra mostra que a presença do pai é igualmente fundamental, assim como o exercício de sua paternidade responsável.

  • Todos são importantes no desenvolvimento da criança

Os pais são vistos como os grandes responsáveis pelo desenvolvimento das crianças. Ocorre que a obra mostra que todo mundo que as rodeia tem um papel na vida das crianças. Desde parentes até o próprio governo, todos são capazes de proporcionar condições para uma infância saudável e o desenvolvimento pleno.

E aí, o que achou das considerações sobre O Começo da Vida? Veja o documentário e depois nos diga o que achou.