A dúvida pode parecer estranha, mas é como e deve ser debatida. A menstruação na gravidez é uma grande dúvida na vida de mulheres que estão passando pelo período de gestação. Afinal, ter pequenos sangramentos, mesmo estando grávida, indica que você está menstruada?

Os sangramentos durante a gestação costumam acontecer no primeiro trimestre. Existem diversas causas para essa manifestação estranha. Pequenas lesões na vagina, gravidez ectópica – fora do útero – e a fecundação do óvulo são apenas alguns deles.

Menstruação na gravidez
A grávida deve consultar com obstetra periodicamente e tirar todas as suas dúvidas. Foto: iStock, Getty Images

É possível ter menstruação na gravidez?

O sangramento visto nos primeiros meses indica que o saco gestacional, que envolve a criança e ocupa grande parte do útero, ainda não está em seu maior tamanho. Nessa fase, mesmo após a confirmação da gravidez, muitas mulheres apresentam a descamação do endométrio, mucosa que reveste o órgão.

Apesar de ser encarado como menstruação por muitas, o sangramento durante gravidez não significa que você está naqueles dias. Toda a mulher grávida apresenta baixos níveis de hormônios como estrogênio e progesterona,  responsáveis pelo espessamento do endométrio e em alta durante o período menstrual.

Outro hormônio, conhecido como hCG e chamado de gonadotrofina coriônica humana, também age durante a gestação. Ele é responsável pelo fim da ovulação – costuma ocorrer 14 dias após o ciclo. A mulher que está grávida não apresenta as mudanças necessárias para que a menstruação ocorra. Simples assim.

Ginecologista explica

De acordo com a ginecologista Ana Luiza Berwanger, muitas pacientes grávidas apresentam as manchas na calcinha. “É muito comum ter um muco tipo borra marrom durante a gestação”, afirma. Essa condição costuma indicar uma pequena perda sanguínea, que pode ser até causada por uma transa.

O famoso corrimento marrom, aquele muitas grávidas dizem apresentar, é a mistura do muco secretado pelo colo do útero – a lubrificação vaginal – e uma pequena quantidade de sangue. Como você já sabe, essa perda pode ter diversas causas simples e nada preocupantes. Não é preciso entrar em pânico.

Apesar de indicar poucos riscos, o sangramento deve ser analisado pelo obstetra que acompanha a sua gravidez. Todos os riscos podem ser descartados após uma conversa franca com o profissional. Se não investigado, o sinal pode levar a um aborto ou problema gestacional. Fique de olho em suas calcinhas e jamais ignore algum sintoma diferente.

Também fique de olho no período da gestação. A presença de sangramento após o segundo semestre de gravidez pode significar inflamações, aborto, descolamento da placenta e até o início do trabalho de parto. Para ficar tranquila e livre de neuras, converse com o seu ginecologista.

E aí, resolveu sua dúvida sobre a possibilidade de menstruação na gravidez? Conte para a gente!