Quando amamos alguém, é natural ter certo cuidado e zelo em relação à pessoa. Mas é preciso ter atenção quando isso se torna uma forma de manipulação e mecanismo de controle. Afinal, como controlar o ciúmes? Inicialmente, é preciso compreender de onde vem esse sentimento e por que ele se manifesta.

De acordo com a psicoterapeuta Maura de Albanesi, o ciúme nada mais é do que uma insegurança interna. “Então, para tentar aplacar um pouco desse sentimento, ela vai tentar controlar o outro. É por isso que ciumento passa a ser muito controlador”, explica a especialista. Cercar alguém de cobranças e fiscalizações, porém, não muito positivo.

Aprenda como controlar o ciúmes

Maura esclarece que o ciúmes se torna um problema quando ele deixa a outra pessoa rendida. “Normalmente, o ciumento atribui a culpa da sua insegurança ao outro, dizendo que é assim porque a outra pessoa provocou. Ou seja: projeta sua vulnerabilidade no outro, fazendo com que a relação seja minada de desconfiança”, alerta a psicoterapeuta.

Assim, o convívio se torna cercado de culpas e cobranças – o que pode arruinar qualquer relacionamento. É por isso que é fundamental aprender como controlar o ciúmes. Vale lembrar que não existe uma técnica ideal, mas sim a conscientização, por parte do ciumento, de que esse é um problema dele e não do outro.

Quando o ciumento percebe que a insegurança é uma questão particular, poderá trabalhar isso para se tornar mais forte e firme. “Ele não vai precisar tanto que o outro supra esse buraco. Assim, a tática é a seguinte: ao invés da pessoa culpar o outro, ela deve focar em si mesma”, resume a especialista.

Quando existe autoconfiança, a tendência é que a pessoa se preocupe menos com o que o outro vai fazer. Afinal, esse é um problema dele. Entender isso ajuda a construir uma base de confiança e melhora a qualidade de vida de qualquer um.

Por isso, é importante que o casal dialogue e entenda que ambos são livres para fazer suas próprias escolhas. “Assim, a relação se torna mais leve, solta e cada um sabe que pode cuidar do seu próprio nariz”, sinaliza ela. Isso reduz o estresse e melhora a convivência.

Como controlar o ciúmes
Ciúmes causa sufocamento. Foto: iStock, Getty Images

Ciúmes exagerado impacta na relação

Quando tentamos controlar alguém por ciúmes, pode ocorrer justamente o oposto: um afastamento. Afinal, o comportamento exagerado costuma assustar e afastar o outro. Ou seja, é fundamental evitar aquela tática de sufocar.

Além disso, o ciumento tem a tendência de atrair outra pessoa que também seja assim para cultivar uma forma de amor primitiva, na qual ambos pensam que o amor é baseado em uma relação em que ambos passam todo o tempo juntos.

“Mas, com o passar do tempo, um dos dois se sentirá mais sufocado”, alerta a psicoterapeuta. Por isso, ao invés de dar voz ao ciúmes, que tal olhar para as suas próprias inseguranças primeiro? Amar a si mesmo também é fundamental.

E aí, aprendeu algumas dicas de como controlar o ciúmes? Conte para a gente!